Cuidados para pele com acne

Não precisa ser uma pessoa extremamente vaidosa para se incomodar com a acne. Homens e mulheres, em diversas fases da vida, desejam uma pele bonita, sem manchas, cravos e espinhas. Muitas questões rodeiam esse tema, como, por exemplo, os alimentos que provocam espinhas. Mas, é possível curar a acne? Sim! Porém, o tratamento é longo e exige perseverança e disciplina. Quanto mais cedo começar com o tratamento, menores são as chances de cicatrizes e manchas.

Alguns fatores hormonais comuns na adolescência podem contribuir para o aparecimento ou piora da acne. Entre eles, o ciclo menstrual. A presença de sulfato de deiroepiandrosterona, hormônio responsável pelo aparecimento de pelos pubianos e axilares, também pode desencadear espinhas nos jovens.

Um fator importante que pode agravar a acne é o estresse, pois aumenta a produção de cortisol e estimula os hormônios androgênicos, acionando mais a glândula sebácea e, assim, o aparecimento da acne.

CUIDADOS DIÁRIOS

Para quem tem pele oleosa – mais propensa ao desenvolvimento de acne -, é primordial fazer visitas regulares ao dermatologista. É ele o profissional que poderá definir o seu tipo de pele, de acne e o tratamento correto para elas.

Existem três classificações para acne:

  •             Comedoniana: este tipo de acne se caracteriza pela forte presença de cravos, que podem ser fechados (pequenas elevações na pele) ou abertos (onde se observa pontinhos pretos no rosto).
  •             Pápulo-pustulosa: caracteriza-se pela presença de comedões, pápulas eritematosas (avermelhadas) e pústulas (pequenos tumores inflamatórios). O quadro tem intensidade variável, desde poucas lesões até numerosas, com inflamação bem intensa.
  •             Nódulo-cística: há comedões, pápulas e pústulas. Devido à ruptura da parede folicular, há reação inflamatória que atinge a profundidade do folículo até o pêlo, formando nódulos furunculóides. No interior destes nódulos pode ocorrer a formação de pús. Estes nódulos são chamados de cistos.

LIMPEZA
Pessoas que tem propensão à acne precisam criar uma rotina de limpeza. Lavar o rosto pelo menos três vezes ao dia com sabonete específico e tônicos de limpeza adequados à sua pele e tipo de acne.

HIDRATAÇÃO
Muitas pessoas acreditam que podem reduzir a oleosidade da pele fazendo a higienização constantemente, mas acabam se deparando com o efeito rebote, que traz a oleosidade de volta com ainda mais intensidade. O ideal é manter uma rotina de limpeza e hidratação adequada, trocando o hidratante comum por um produto específico que realize o controle da oleosidade.

PROTETOR SOLAR SEMPRE!
A proteção solar é um fator indispensável para a saúde da pele. Pessoas que apresentam pele oleosa e acneica, o ideal é o uso de fotoprotetores oil control que possuem formulações mais leves e podem trazer benefícios adicionais para o controle da oleosidade.

ALIMENTAÇÃO
Beber muita água e evitar o consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras e açúcares são atitudes imprescindíveis para a saúde de modo geral, o que se reflete também na pele. Alimentos que contenham os minerais cálcio, fósforo e magnésio e as vitaminas A e B2 (que controlam a oleosidade), C (antioxidante e anti-inflamatória) e B6 (que regula o metabolismo hormonal) favorecem a saúde e a qualidade da pele.

Marcações

Deixe uma resposta