Nova técnica ajuda na queda de cabelo durante a quimioterapia

Quando falamos sobre os efeitos colaterais da quimioterapia, a primeira coisa da qual lembramos é a queda de cabelo. Mas foi desenvolvido recentemente um mecanismo simples que pode conter essa queda e evitar a perda completa dos cabelos: a touca hipotérmica. O que, para mulheres principalmente, surgiu como uma tábua de salvação em meio a um processo tão delicado como o tratamento de um câncer.

Armazenada em freezers especiais, a temperaturas extremamente baixas (-20ºC, -30ºC), a “touca de gelo” faz com que os vasos sanguíneos da região da cabeça se contraiam. Com os espaços mais estreitos, o fluxo de sangue diminui e a quantidade de medicação que chega até a raiz do cabelo é menor, diminuindo a queda dos fios. A taxa de sucesso do método é muito satisfatória, variando entre 60% e 100%.

Como funciona?
Cerca de 20 minutos antes de começar o procedimento da quimio, a cabeça da paciente é molhada para facilitar a aderência. É colocada uma touca cirúrgica para proteger da temperatura ultra baixa da outra touca, pois sem proteção, pode queimar o couro cabeludo. A cada 30 minutos, a touca térmica é trocada.

Contraindicações
Apesar da alta taxa de sucesso, o uso da touca térmica é contraindicado para pacientes com linfoma, leucemia e outros cânceres hematológicos. A constrição dos vasos, nesses casos, pode ser muito arriscada.

A maioria das pacientes que se beneficiam dessa técnica são portadoras de câncer de mama. Porém, se as doses que medicamentos na quimioterapia forem muito altas, o uso não é recomendado e não há como evitar a queda de cabelo.

Quais os cuidados necessários durante o tratamento
O paciente deve ficar de quatro a cinco dias sem lavar os cabelos e evitar a escovação frequente. Uma opção é utilizar shampoo a seco. É recomendada também a suspensão do uso de secador e chapinha e qualquer tipo de química como tintura, texturizações e escovas progressivas, por exemplo.

Para reduzir a queda de fios dos cabelos durante as sessões, vale seguir algumas dicas:
– evitar prender os cabelos
– utilizar pentes largos
– lavar menos vezes os cabelos (aqui vale substituir algumas lavadas por shampoo a seco)
– evitar o uso de secador, chapinha e danos químicos

Infelizmente, a touca hipotérmica ainda é um artifício sem cobertura do serviço de saúde pública brasileiro. Portanto, para utilizá-la é preciso adquiri-la. O recomendado é ter pelo menos duas toucas para que seja realizada a troca durante a aplicação da quimioterapia. Vale consultar seu especialista sobre onde e como obter esse acessório.

Marcações

Você também pode gostar

Deixe uma resposta