mulheres

3 Posts Back Home

Moda Plus Size: Entrevista com Flávia Durante

Até pouco tempo não havia uma preocupação do mercado com as pessoas que possuíam um manequim acima do 44. A situação era a seguinte: entrar em uma loja, gostar de uma roupa e não ter o tamanho. Sentimento de exclusão, de não poder estar na moda da forma que se é. Ainda bem que a sociedade se modernizou e decidiu incluir as pessoas que vestem acima de 44. Não é questão de números e sim da liberdade de escolher qual corpo se quer ter. O estilo plus size vai além de moda, ajuda as pessoas a terem auto estima e aceitarem seu corpo e o mudarem se for da vontade delas. ENTREVISTA Fala, Flávia Durante! “A gente tem que fazer o que está ao nosso alcance e aos poucos vamos mudando o nosso entorno e influenciando outras pessoas a fazer o mesmo.” Jornalista, empresária, colunista e militante. Blog Sobrancelhas.com:…

Sete segredos de estilo das mulheres clássicas

Existem mulheres que sabem escolher as peças ideais para se fazerem mais belas e clássicas. Suas produções dão impressão de que nunca saem da moda e que causam o mesmo impacto visual em qualquer época da vida. O estilo dessas mulheres se baseiam mais no que realmente funciona para seus corpos e não necessariamente no que está em alta na moda naquele momento ou no que deveriam usar de acordo com sua idade. Pensando nessas mulheres clássicas, listamos sete passos que você pode seguir, caso queira se tornar uma delas! Confere aí! 😊 1 – Não foque em tendências momentâneas. Usar peças e produções completas que nunca sairão de moda garantem que você nunca estará parecendo que se esforça demais para montar seus looks. 2 – Corte bem feito Tudo bem que o oversized está na moda, mas peças com caimento bonito e corte perfeito fazem toda a diferença em…

O câncer de mama nas mulheres jovens

Não existem estatísticas oficiais, mas cada vez mais vemos e ouvimos casos de mulheres jovens enfrentando o câncer de mama. Mesmo durante a juventude é preciso esclarecer-se sobre o assunto e estar sempre em dia com exames. Nesses casos, o autoexame mensal é imprescindível. Ele pode detectar qualquer vestígio de tumor ainda na fase inicial e aumentar em até 99% as chances de cura. Não há um fator específico que indique uma maior incidência de câncer de mama em mulheres mais jovens. Alguns atribuem ao estilo de vida mais corrido que se apresentou ao longo dos tempos, ao excesso de exposição à radiação, à uma vida mais sedentária e dieta desequilibrada. Mas outros fatores podem desencadear o câncer de mama, como: primeira gravidez após os 30 anos, menarca (primeira menstruação) antes dos 12, menopausa tardia, fumo, álcool, terapias de reposição hormonal sem acompanhamento médico e nuliparidade (nunca ter engravidado). O…

Navigate