Já cuidou de você hoje?

Responda com sinceridade: nessa semana, você já tirou um tempinho só pra você?
Às vezes estamos tão ocupados com as tarefas do dia a dia, tão acostumados a cuidar dos outros, que esquecemos das nossas próprias necessidades.

E é nesse momento de vulnerabilidade que podem surgir vários problemas, que vão desde os psicológicos (estresse, depressão, ansiedade, etc.), até mesmo problemas físicos, que podem ser simples como uma dor de cabeça, ou graves e complexos como uma úlcera, AVC ou infarto.

Tomou um susto? Pois é, para ajudar quem está ao seu redor, você precisa primeiramente cuidar de si mesmo. E não é uma tarefa tão difícil… Pequenas atitudes diárias voltadas para o autocuidado podem fazer uma grande diferença na sua vida, e diminuir consideravelmente o risco de desenvolver alguma doença.

Antes de qualquer coisa, hábitos saudáveis!
Atividade física e alimentação saudável. Pode parecer um papo chato, mas é sério: com o passar do tempo, os efeitos do sedentarismo e da má alimentação só vão fazer com que você veja todo o seu bem-estar escorrendo pelo ralo.
Insônia, prisão de ventre, pele ressecada demais (ou oleosa demais), dores crônicas… A lista de problemas na sua saúde só tende a aumentar quanto maior for o tempo que você passar negligenciando seus hábitos alimentares e se recusando a adotar uma rotina de exercícios.
É permitido comer de tudo, desde que com moderação e, é claro, priorizando sempre alimentos saudáveis e nutritivos. Se você não tiver alergia ou alguma restrição alimentar, não precisa nem cortar itens da sua dieta. Uma fatia de pizza não vai arruinar sua saúde, o que não rola é comer a pizza inteira!
Se você não pratica algum esporte e detesta academia, basta incluir na sua rotina uma caminhada de 30 minutos e pronto: você afasta o sedentarismo e, com o tempo, já vai poder sentir os efeitos positivos que o exercício físico proporciona.

Saúde emocional é muito importante

Procure ficar longe de pessoas ou situações que lhe machucam. Se você tem algum relacionamento com pessoas tóxicas, ou convive com pessoas e espaços negativos, é importante estabelecer limites e até mesmo manter distância.
É muito mais difícil conseguir se manter bem, saudável e feliz quando estamos lidando com pessoas e lugares que não favorecem esses sentimentos.

O que faz você feliz?
O que lhe traz felicidade? Visitar seus parentes? Sair com amigos? Dançar? Assistir filmes de ação? Tomar sorvete? Cozinhar? Goiabada? Seja lá qual for aquela coisa que basta você ouvir falar e imediatamente um sorriso se abre no seu rosto, faça! Tudo que deixa nosso coração quentinho de alegria colabora pra uma vida mais tranquila. Só não esqueça da moderação. Como vovó já dizia: tudo demais faz mal.
Começar a dar mais atenção às próprias necessidades e ter um carinho especial por si mesmo pode ser sim um caminho muito difícil, que exige uma série de adaptações e mudanças. Mas tenha em mente que pensar em si mesmo não tem nada a ver com egoísmo: o autocuidado é e sempre será imprescindível para a sua evolução.

Quer mais dicas de bem-estar? Nós estamos ligados em tudo que pode fazer a diferença na sua saúde.
Vem ver!

Leave A Reply

Navigate